top of page

Relação entre o Propósito da Psicologia Positiva e o Propósito das Marcas

Como vimos, colocar o propósito como base da sua estratégia, em geral, é uma mudança de paradigma para as organizações. Isso acontece por mudanças de mercado que não vamos nos aprofundar aqui. O que vamos explorar é entender se há relação entre o propósito da psicologia positiva e o propósito das marcas, conceito que ganhou forma e corpo nos últimos anos. 


Semelhanças e diferenças


De fato, é possivel perceber grande semelhança entre os dois conceitos. Durante os estudos, a grande diferença que percebi entre os dois é que o propósito da psicologia está relacionado ao indivíduo e o propósito da marca é um esforço coletivo e que não é possível construir apenas dentro da organização e muito menos somente pelo departamento de marketing. É uma relação que se constrói com diversos agentes e que não depende somente de uma vontade intrínseca a um indivíduo e sim de um esforço coletivo para seguir na mesma direção. 


Ainda assim, é evidente como estão intimamente ligados aos princípios da Psicologia Positiva, conforme delineado por Seligman. O propósito, ou significado, é essencial para promover o bem-estar e a felicidade, tanto em nível individual quanto organizacional.

Quando uma marca incorpora um propósito genuíno e inspirador em seu posicionamento, ela não apenas se diferencia no mercado, mas também estabelece uma conexão emocional mais profunda com sua audiência. 

Explico melhor, quando uma marca comunica seu propósito de forma clara e autêntica, ela transcende a simples venda de produtos ou serviços. Torna-se um agente de mudança que pode impactar positivamente a sociedade. Esse alinhamento entre propósito, marca e posicionamento é crucial para conquistar a confiança e a lealdade dos consumidores, especialmente em uma época em que os valores e a ética das empresas são cada vez mais valorizados.


É bom para todos os envolvidos


É importante ressaltar que as marcas que buscam estabelecer um posicionamento diferenciado e autêntico, alinhado com um propósito significativo, têm maior probabilidade de prosperar em um mercado cada vez mais consciente e exigente. Essa abordagem não apenas agrega valor à marca, mas também contribui para o bem-estar e a satisfação dos clientes, promovendo uma relação mais profunda e duradoura com a marca.


Além disso, com um propósito bem delineado, as empresas têm uma direção clara de como agir e atuar em seu segmento, visando alcançar seus objetivos sem causar malefícios à sociedade ou à comunidade. A transparência e autenticidade na comunicação do propósito da marca são essenciais para construir e manter a confiança dos consumidores.


É fundamental que as marcas entendam que o propósito vai além dos produtos que vendem. Ele representa os valores e crenças da empresa, oferecendo diversas possibilidades de negócio e engajamento com a sociedade.


Mas, como fazer isso na prática e usar o branding como uma ferramenta poderosa para promover o bem-estar social e criar um impacto positivo na sociedade? Vamos explorar isso no último artigo desta serie. 


 

 

Este é um artigo parte de uma série baseada no meu TCC da pós graduação em Psicologia Positiva.



Comments


bottom of page